WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Pedrinho Cavalléro é presença na Quarta Musical do Sindmepa

0

O renomado músico paraense, Pedrinho Cavalléro volta a se apresentar na Quarta Musical do Sindmepa. O show com o cantor, compositor e violonista terá no repertório músicas autorais, clássicos da música paraense e da MPB. A apresentação será transmitida nesta quarta-feira, 04, no perfil do músico no Instagram, @pedrinhocavallero_, com abertura pelo perfil do @Sindmepa, às 19h.

Pedrinho Cavalléro iniciou sua carreira profissional em 1979, compondo e realizando direção musical para o Grupo Experiência, na peça “Os Perigos da Bondade”. Tocou em bares durante 15 anos e ficou conhecido pelo apelido que o jornalista Edgard Augusto lhe deu: “Operário da Noite”. Pedrinho ainda participa de festivais por todo o Brasil, sendo premiado em alguns deles, inclusive, na esfera internacional, onde conquistou o 2º lugar no Festival da RFI em Paris, em 1993.

Além de músico, Cavalléro também é publicitário e produtor cultural e tem inúmeras participações em CDs coletivos. Suas músicas já foram gravadas por grandes intérpretes como: Nilson Chaves, Nazaré Pereira, Lucinha Bastos, entre outros. Ao longo da carreira, o músico contabiliza seis discos e atualmente está gravando o sétimo, “Minha Aldeia é do Tamanho do Meu Coração”, que contém canções com vários parceiros e será lançado em abril. A música que dá nome ao CD é uma parceria com Vital Lima.

Foto: Reprodução

“Nesse período de pandemia, em relação aos projetos, a gente tem feito alguns, principalmente pela Lei Aldir Blanc. Inclusive eu estou terminando o meu disco novo, que eu só consegui fazer pela Lei, não só eu como vários artistas”, conta o músico.

Essa será a segunda apresentação de Pedrinho para o público que acompanha as Quartas Musicais do Sindmepa. A sua primeira participação ocorreu em setembro do ano passado, desta vez ele abre a programação do mês de agosto.

“Eu tenho participado de muitas lives e espero que todo mundo goste do nosso trabalho”, diz Cavalléro. “A expectativa para a live é sempre de que ela chegue para muita gente, principalmente para as pessoas que conheçam pouco o meu trabalho. A ideia é sempre está espalhando o nosso repertório”, acrescenta.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará