WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

O que fazer em casos de ameaças ou agressão física em ambiente de trabalho

0

Diante dos frequentes casos de agressões contra médicos em ambiente de trabalho, o Conselho Federal de Medicina (CFM) chama atenção sobre a importância de registrar esse tipo de crime na forma de boletins de ocorrência. A comunidade médica continua recebendo alertas por meio de e-mails marketing, posts nas redes sociais e matérias no Portal Médico e jornal Medicina, entre outras formas de divulgação.

As peças destacam que os casos de violência cometidos contra médicos e demais profissionais das equipes de atendimento em postos de saúde, serviços de urgência e emergência (prontos-socorros e UPAs) e hospitais, tem aumentado e que o combate a essas agressões exige providências das autoridades e dos responsáveis por esses estabelecimentos. É importante oficializar esse tipo de crime na forma de boletins de ocorrência para que os agressores não fiquem impunes.

Veja como proceder em casos de ameaças ou agressão física:

Se houve ameaças:

  1. Registre ocorrência na delegacia mais próxima ou online;
  2. Informe, por escrito, às Diretorias Clínica e Técnica sobre o ocorrido; Apresente dados dos envolvidos e testemunhas;
  3. Encaminhe o paciente a outro colega, se não for caso de urgência e emergência.

Se houve agressão física:

  1. Compareça à delegacia mais próxima e registre o boletim de ocorrência (haverá necessidade de exame do corpo de delito);
  2. Apresente dados dos envolvidos na agressão e de testemunhas;
  3. Comunique o fato imediatamente às diretorias clínica e técnica para que seja providenciado outro médico para assumir suas atividades.

 

Fonte: CFM

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.