WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Semana dedicada ao alerta da gravidez na adolescência

0

Com o objetivo de esclarecer e orientar jovens sobre a gestação precoce, a partir de 1º de fevereiro é realizada em todo o país a Semana Nacional da Prevenção da Gravidez na Adolescência. Dados divulgados em fevereiro de 2018 revelam que, na América Latina e no Caribe, a taxa de gravidez entre adolescentes é a segunda mais alta do mundo, superada apenas pela média da África Subsaariana.

Para se ter uma ideia na América Latina e no Caribe ocorrem anualmente, em média, 66,5 nascimentos para cada 1 mil meninas com idade entre 15 e 19 anos, enquanto o índice mundial é de 46 nascimentos entre cada 1 mil meninas.

No Brasil o levantamento do Ministério da Saúde apresenta que, somente em 2015, foram 546.529 os nascidos vivos de mães com idade entre 10 e 19 anos. A região com maior prevalência foi o Nordeste (180.072 – 32%), seguida pelo Sudeste (179.213 – 32%).

“Somente por meio de esclarecimento é que poderemos reverter estas estatísticas. A gravidez na adolescência é questão de saúde pública e os pais, autoridades e sociedade em geral tem papel fundamental na prevenção”, declara o presidente da Federação Médica Brasileira (FMB) e ginecologista e obstetra Casemiro dos Reis Junior.

A Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro por meio da Lei nº 13.798, que acrescenta artigo ao Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/1990) instituindo a data.

Fonte: Agência Brasil

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.