Afiliado a:

Médicos plantonistas da Santa Casa podem paralisar atividades

Secretário de saúde não sabe informar sobre ressarcimento de descontos no 13º

O Sindicato dos Médicos do Pará está extremamente preocupado com a manutenção do atendimento no Hospital Santa Casa de Misericórdia do Pará após audiência, nesta tarde (18), com o secretário de Saúde do Estado, Vítor Mateus que discutiu sobre os descontos indevidos na folha de pagamento dos médicos plantonistas do hospital, ocorridos nos meses de novembro, dezembro e no 13º salário.

Segundo o secretário, após receber um comunicado da Secretaria de Estado de Administração teve que fazer cortes nos gastos.  “Tivemos que fazer os cortes neste itens e, infelizmente não pudemos avisar, pois já estávamos em dezembro. No entanto, os cortes realizados [referente aos meses trabalhados de outubro e novembro], após a conversa com o Governador e a possibilidade de impacto nos serviços, estará recomposto na folha de Dezembro, pois o Governador foi sensível e viu que não era possível fazer”, garantiu o secretário.

Porém com relação ao 13º salário que já foi pago com valor descontado, o secretário disse que não sabe informar sobre ressarcimento.

Para o Sindmepa esta situação é preocupante pois, a 12 dias para o fim do governo, tal cenário pode causar prejuízos na prestação dos serviços, com a possibilidade de paralisação.

De acordo com os médicos que trabalham no local, os serviços aumentaram visivelmente com a mudança de prédio e isso não refletiu na remuneração e para piorar, ainda receberam um enorme desconto.

Para a presidente da Santa casa, Rosangela Monteiro, não há como deixar de pagar os plantões já realizados. “Se não fossem feitos os plantões, teríamos pessoas mortas na Santa Casa. Estamos numa Acreditação do ONA e todos os servidores e funcionários da Santa Casa se esforçaram muito para isso”, afirmou

O secretário de saúde se comprometeu em realizar uma reunião junto a equipe de transição do próximo governo para tentar solucionar as pendências com os médicos.

Deixar um comentário