Sindmepa Informa – 23-06-13
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 23-06-13

DEBATE AMPLO

Atendendo a pedido deste Sindicato, o Ministério Público Estadual marcou para o dia 9 de julho, às 10h, audiência pública para se discutir os problemas da atenção materno-infantil com foco na atenção básica e na regulação. Todos serão convocados a opinar numa tentativa de encontrarmos uma luz no fim do túnel para os problemas da Santa Casa. Também já está marcada para o dia 24 deste mês, reunião no MP para discutir a regulação no Estado. E a Comissão de Educação, Cultura e Saúde da Alepa marcou para o dia 25 reunião com a Sespa, Santa Casa e Sindmepa também para tratar da questão dos bebês.

MEDICINA FETAL

Há mais de 02 anos encontra-se engavetado na coordenação da toco-ginecologia da Santa Casa o projeto de Medicina Fetal, proposto pelo médico Fernando Artur Bastos, coordenador da residência de ginecologia e obstetrícia da Fundação e especialista na matéria. O principal motivo alegado para as mortes dos bebês na UTI do hospital foi exatamente doenças congênitas, portanto…

REPRESENTANTE

O representante do ministério da Saúde que, às pressas chegou a Belém na última segunda-feira para inspecionar a Santa Casa, em função da denúncia das mortes de bebês feita pelo Sindmepa, tentou transferir a incompetência da gestão pública da saúde para o Sindicato que, segundo ele, não olha para a omissão das outras maternidades conveniadas ao SUS. É o cúmulo da irresponsabilidade. Logo eles que só vêm até aqui cobrar eficiência administrativa com a aplicação dos recursos públicos transferidos pelo Ministério, nas crises.

NÚCLEO ACADÊMICO

O estudante de medicina Willian Adamis, presidente do Núcleo Acadêmico do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul, um dos mais bem estruturados do País, ministrou no Sindmepa palestra para estudantes de medicina do Pará sobre a organização do núcleo acadêmico do Simers. A ideia do Sindmepa é formatar um núcleo acadêmico nos moldes do núcleo gaúcho, criando um canal de relacionamento mais estreito entre médicos e estudantes, com o objetivo de desenvolver atividades acadêmicas, cursos, entre outras ações de interesse de médicos e acadêmicos com foco na saúde pública.

DEMOROU!!

O Sindmepa, que há muito defende e protesta por mais investimentos para a saúde e que faz, quando necessário, passeatas e/ou manifestações nas portas de hospitais públicos, se congratula com o movimento pacifista que pede mudanças para o Brasil, incluindo melhorias na qualidade do atendimento da saúde da população brasileira. Para nós, parece que finalmente a sociedade, representada principalmente por nossos jovens estudantes, acordou para o caos da saúde pública do País. Vamos à luta, garotada, que a hora é agora.

ATO MÉDICO

Após 11 anos de tramitação na Câmara Federal, o projeto de Lei que regulamenta as atividades privativas dos médicos, o PLS 268/2002, foi finalmente aprovado pelo Senado, na noite de terça-feira, 18. Representantes de entidades médicas presentes comemoraram a aprovação do projeto, que agora só depende da sanção da presidente Dilma para entrar em vigor. O diretor do Sindmepa, Waldir Cardoso, esteve na sessão e registrou em seu blog os bastidores da disputa pela aprovação do projeto.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.