Sindmepa Informa – 21.07.13
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 21.07.13

Reunião Sead e AGE

De acordo com a secretária de Estado e Administração, Alice Viana durante reunião com o Sindmepa esta semana, os plantões e sobreavisos médicos serão pagos e normalizados no mês de julho e receberão um reajuste de 9% a partir do mês de maio. A situação do sobreaviso nos hemonúcleos devem ser solucionadas junto ao Hemopa e quanto ao Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) o governo fará o estudo da proposta em agosto e em setembro pretende reunir com Sindmepa para discussão. Os profissionais da saúde receberam a notícia durante assembleia geral no Sindmepa e prometeram ficar atentos a folha de pagamento deste mês.

Protesto no Hangar

Médicos da assistência e do ensino, residentes e estudantes de Medicina farão um ato, nesta segunda-feira, 22, a partir das 8h no Hangar para recepcionar ministro da Saúde, Alexandre Padilha que participará da Oficina Estadual de Mobilização de Adesão dos Municípios ao Programa Mais Médico. A manifestação pretende mostrar o repúdio da categoria médica contra as medidas arbitrárias e ditatoriais que o ministro vem tomando ao instituir o programa Mais Médico.

Saúde +10

Diretores do Sindmepa participaram do Dia Nacional de Mobilização pela Coleta de Assinaturas, promovido pelo Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública (Saúde +10), nesta semana na Praça Batista Campos. A Mobilização visa recolher 1,5 milhão de assinaturas para apresentar ao Congresso Nacional o Projeto de Lei de Iniciativa Popular, que assegura o repasse efetivo e integral de 10% da receita bruta da União para a Saúde Pública Brasileira. As assinaturas ainda podem ser coletadas na sede do Sindmepa, em Nazaré.

Inquérito policial

Em resposta a ofício do Sindmepa, o delegado Domingos Djalma Ferreira informou que concluiu e o inquérito e pediu indiciamento do acusado de balear o médico Edson Ferreira Filho nas dependências do hospital Regional do Oeste do Pará, em Santarém. O relatório conclusivo e o indiciamento do acusado foram enviados ao poder judiciário.

INJUSTIÇA

Médico da ESF que trabalha no Programa Saúde da Família, na área metropolitana de Belém, recebe salário de R$ 3.200,00. Tentou se inscrever no Programa Mais Médicos e teve a inscrição recusada por já trabalhar no Saúde da Família. Onde ele trabalha há necessidade de mais médicos. Ele pergunta: os médicos que vierem trabalhar comigo vão receber R$ 10.000,00 e eu vou continuar recebendo R$ 3.200,00. É justo? E aí, Padilha?

CENSO

A Associação Médica Brasileira (AMB)  lançou, em São Paulo, o Censo Médico AMB 2013, pesquisa que busca conhecer o novo perfil dos médicos brasileiros visando auxiliar no desenvolvimento de novas políticas de saúde para o País. Este trabalho tem a consultoria de Ernst e Woung& e os dados serão levantados por meio de pesquisa on-line no sitewww.amb.org.br/sensoamb2013. O questionário estará disponível até o dia 31 de agosto de 2013.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.