Afiliado a:

Sindmepa Informa – 18.05.2014

CONDEIXA

Em visita ao município de Salvaterra, a equipe do Sindmepa foi abordada por populares na localidade de Condeixa onde existe uma Unidade de Saúde da Família. Denunciaram que a Unidade fecha às 12h, não há médico há vários meses, não existem medicamentos nem simples material para curativo. Criticaram que a prioridade da prefeitura é o piscinão (balneário localizado nas proximidades). De fato, a unidade estava fechada e não pudemos visitá-la.

TUCURUÍ

Em assembleia do Sindmepa, médicos afirmam que o Secretário de Saúde de Tucuruí mora em Belém e só vai ao município às quartas-feiras. Os cubanos, que deveriam atender no interior do município, estão todos na sede. Médicos moradores do município não conseguem trabalhar no PSF local. Médicos do PSF têm remuneração atrasada para receber e não conseguem sequer falar com o Secretário. Haja “qualidade” nesta gestão.

FISSURADOS

Entre várias das causas já abraçadas pelo Sindmepa, como a dos queimados, escalpelados e fissurados, constatamos com tristeza que, infelizmente, o serviço de fissurados do HOL vem perdendo qualidade por deficiência estrutural e consequente, aumento da demanda reprimida, pois apesar de algumas causas como falta de ácido fólico, vitamina B 1, 2 e desnutrição da gestante que podem ser prevenidas, temos as causas genéticas em altos percentuais. O Sindmepa vai abraçar novamente a causa por melhorias do atendimento multiprofissional dos fissurados no Estado.

VERGONHA

É vergonhoso que os estudantes de Medicina da UEPA sejam obrigados a fazer movimento paredista para ter acesso ao estágio prático obrigatório em hospitais públicos do Estado. Enquanto isso, alunos de escolas particulares têm pleno acesso aos hospitais públicos. Com explicar isto? Nem Freud explica.

SANTARÉM

Durante audiência pública promovida pelo Ministério Público do Estado, promotores do Ministério Público do Trabalho foram taxativos em condenar a contratação de médicos sob a forma de pessoa jurídica tanto no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) quanto no Hospital Municipal. Afirmaram, com todas as letras, que é uma burla à legislação trabalhista. Sindmepa defendeu o vínculo estável para o HRBA e a Carreira municipal para o Hospital Municipal. A grande ausente da audiência pública foi a Sespa. Dirigentes da Pró-Saúde saíram da audiência com as barbas de molho…

RELATÓRIO URGÊNCIAS

Dado divulgado pelo deputado federal Arnaldo Jordy durante apresentação do Relatório das Urgências do Brasil, na última sexta, no Sindmepa, só confirma o descaso dos gestores com a saúde pública: 90% dos gastos orçamentários de Investimentos de alguns programas da Saúde não foram executados nos últimos 10 anos. De um total de 55 bilhões de reais, só 5,8 bi foram executados. Algo em torno de 11%. Política criminosa.

 

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.