Afiliado a:

Sindmepa Informa – 18-03-2014

AGE SESMA

Para marcar os protestos por uma saúde melhor no Brasil, faremos um dia de paralisação, na rede pública e privada, no 7 de abril, Dia Mundial da Saúde.  Haverá café da manhã no Sindicato, Assembleia Geral às 10h e coletiva à imprensa, onde serão abordados condições de trabalho, remuneração e o programa Mais Médicos. A pauta foi aprovada em AGE da Sesma realizada na quarta-feira, com indicativo de greve, caso a PMB insista em incluir Belém no Programa Mais Médicos.

PÉROLAS

Situações quase bizarras com que os médicos convivem diariamente foram aperitivos na AGE de quarta-feira no Sindmepa. Em Mosqueiro, não se tem condições de realizar sequer um hemograma na Urgência e Emergência e a única ambulância é usada para transportar roupa suja para Belém. Para completar o quadro de bizarrices, no corredor de acesso aos consultórios do hospital já não se enxerga mais a tinta da parede, completamente infestada pelos fungos. Na capital, os PSM’s da 14 e do Guamá estão funcionando somente com uma sala cirúrgica cada. E por fim, os anestesiologistas ameaçam parar a prestação de serviços por falta de pagamento. A Sesma não paga a cooperativa desde novembro. Durma com esse barulho.

CAPANEMA

Médicos da UPA e do PAM de Capanema estão dispostos a realizar movimento paredista caso a prefeitura não pague os salários atrasados até a sexta-feira, dia 21/03. A Secretaria de Saúde prometeu regularizar todos os pagamentos até o dia 10/03, mas não cumpriu o acordo. UPA também continua com falta de medicamentos. Ministério Público já foi acionado.

SANTARÉM SEM DIREITOS

Médicos do Hospital Municipal de Santarém são obrigados a constituir pessoa jurídica para trabalhar. Não têm direitos como férias e 13º salário. Em assembleia, decidiram acionar a prefeitura e o Ministério Público exigindo PCCR e vínculo estável. A UPA da cidade foi inaugurada mas está há meses sem funcionar. Preceptores dos programas de residência médica fazem a preceptoria dos residentes e nada recebem pelo trabalho. Depois dizem não saber porque os médicos não querem ir para o interior…

SHOW CULTURAL

O show cultural Violões da Amazônia, que acontece no dia 09 de abril, às 20h, no Theatro da Paz, vai reunir dois dos maiores ícones da música paraense: Sebastião Tapajós e Salomão Habib. Juntos e com a participação de uma cantora lírica internacional, farão um show imperdível dentro da programação pelo centenário da Sociedade Médico-Cirúrgica do Pará. Venda antecipada de ingressos para o show na SMCP (3242-5470) e no Sindmepa (3224-3096).

FIDELIDADE PROIBIDA

Um juiz federal do Rio de Janeiro proibiu a exigência de fidelidade contratual e a cobrança por rescisão de contrato pelas operadoras de planos de saúde. A ação  foi movida pelo Procon do Rio contra a ANS e pedia a anulação do parágrafo único do Artigo 17 da Resolução 195/2009, que prevê um prazo de vigência de 12 meses para que o consumidor possa solicitar rescisão contratual. O Procon considerou que a cláusula é abusiva e fere o Código de Defesa do Consumidor e a Constituição Brasileira. A ANS anunciou que ainda vai recorrer para garantir esse abuso. Francamente.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.