Afiliado a:

Sindmepa Informa – 14/01/2018

FECHADA

Quando a nova diretora clínica do HPSM da 14 soube que, para pôr em funcionamento a sala de recuperação anestésica havia a necessidade de contratar um profissional intensivista ou um anestesista, optou pela solução mais simplória: retirar os leitos e fechar a sala de recuperação. Simples assim. Nada de perder o sono pensando em uma solução óbvia para o problema. É por essas e outras que continuamos estagnados na sala de espera da saúde de Belém.

IRRISÓRIO

O Comitê Gestor do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) anunciou esta semana a liberação de R$ 723 mil para os hospitais universitários Bettina Ferro e Barros Barreto. Apesar do repasse ser bem-vindo, é irrisório frente às imensas necessidades e as precárias condições enfrentadas pelos dois hospitais universitários públicos do Pará. Faltam medicamentos, equipamentos e recursos para investimentos. Sem falar em recursos humanos para dar conta da imensa demanda desses hospitais.

VÍCIO

O vício em jogos de videogame passou a ser considerado pela OMS um distúrbio mental, sob o nome “distúrbio de games”. O documento publicado pela organização descreve o problema como padrão de comportamento frequente ou persistente tão grave que leva o indivíduo “a preferir os jogos a qualquer outro interesse na vida” e sugere que comportamentos típicos dos viciados em games devem ser observados por um período de mais de 12 meses para diagnóstico. Caso os sintomas sejam graves o período pode ser diminuído.

ATRASOS

Após denúncia veiculada na coluna no domingo passado, sobre o atraso no pagamento de médicos do Hospital Santo Antonio Maria Zaccaria, o vice-prefeito e secretário de saúde de Bragança, Mário Ribeiro da Silva Junior, esteve no Sindmepa para conversar sobre o problema. Ao lado de funcionários do hospital, disse que vários médicos que trabalham no município estão sem receber por conta de atrasos nos repasses da Sespa aos hospitais contratualizados. Só ao Santo Antonio, a Sespa deve R$ 4,7 milhões. A expectativa é de que os pagamentos sejam regularizados com a reabertura do sistema de repasses do estado, que aconteceu nesta semana.

JANEIRO BRANCO

“Quem cuida da mente, cuida da vida!” é o tema deste ano da campanha Janeiro Branco, que visa estimular a valorização da saúde mental e emocional. Em Belém, as atividades serão realizadas ao ar livre na Praça da República, no próximo domingo, dia 21, a partir das 9h. Caminhada, danças, yoga, oficinas artísticas e rodas de conversas estarão na programação para promover um ambiente de reflexão, tranquilidade e elevação ao corpo e alma. Se lhe interessa, por favor, vá de camisa branca.

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.