Afiliado a:

Sindmepa Informa – 08.07.2018

CARTILHA CFM

O CFM lançou uma cartilha orientando médicos sobre como agir em casos de emergência em vôos. Há muitas dúvidas sobre a obrigação do médico nesses casos, especialmente por se tratar de um ambiente incomum, onde as condições de temperatura e pressão são diferentes e o espaço físico, limitado. A cartilha está disponível na plataforma on line CFM publicações.

SANEAMENTO

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) divulgou estatística mostrando que 90% dos belenenses são abastecidos com água de forma “insegura e insuficiente”; Belém só consegue tratar 3% de todo o esgoto gerado; e no campo da drenagem pluvial, precisam ser concluídas as obras do Tucunduba e Estrada Nova. Conclusão: Vamos votar nas próximas eleições em gente comprometida com o saneamento básico. Senão, não há perspectivas de melhora na saúde do belenense.

ACIDENTES

A Lei Seca completou 10 anos, porém o número de acidentes e de vítimas fatais no trânsito só têm aumentado no Pará. Em 2016, foram 870 acidentes causados por embriaguez. Já em 2017, tivemos 917. Infelizmente, o mau comportamento dos motoristas e a baixa capacidade de fiscalização dos órgãos competentes têm contribuído para que este número só aumente, fazendo dos acidentes e fraturas verdadeiras epidemias que lotam hospitais e serviços de urgências do País inteiro.

OBESIDADE

Dados do Ministério da Saúde apontam que um a cada cinco brasileiros estão obesos.  Em Belém, 18% dos habitantes estão obesos e 53,1% com excesso de peso. Estes são os maiores registros de obesidade e sobrepeso desde 2006, quando se iniciou a pesquisa. Vale lembrar que o excesso de gordura pode levar ao desenvolvimento de diabetes tipo 2, doenças do coração, pressão alta, artrite, apneia e derrame. Cuide da sua saúde.

VACINAÇÃO

A vacinação contra a gripe H1N1 foi prorrogada mais uma vez no Pará. Agora vai até o dia 20 de julho e o público alvo também foi ampliado. As doses da vacina agora estão disponíveis para crianças de 5 a 9 anos e adultos de 50 a 59 anos, além do público alvo da campanha (idosos, indígenas, pessoas com doenças crônicas, gestantes, entre outros).

PREVENÇÃO SUICÍDIO

A partir desse mês, as ligações para o telefone 188 passam a valer gratuitamente para todo o território nacional como telefone de apoio para quem precisa falar com alguém em momentos de desespero, quando passa pela cabeça cometer suicídio. Pelo número, os cidadãos recebem apoio em momentos de crise e ajuda para prevenção ao suicídio. Boa notícia para compartilhar.

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.