Afiliado a:

Sindmepa Informa 05-01-2013

ÁCIDO FÓLICO

O CFM acaba de aprovar uma recomendação orientando as mulheres a usarem o ácido fólico antes da concepção e nos três primeiros meses de gravidez, o que pode reduzir em até 75% o risco da má formação no tubo neural do feto, previne casos de anencefalia, paralisia de membros inferiores, incontinência urinária e intestinal nos bebês além de diferentes graus de retardo mental e de dificuldade de aprendizagem escolar. A recomendação atende a um pedido da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

MOBILIZAÇÃO

O Sindmepa encerrou 2013 contabilizando sua participação em diversas ações de sucesso em favor da saúde pública de qualidade. A campanha pelo fim do escalpelamento nos rios da Amazônia, o mutirão para doação de sangue no Hemopa, comandos de atendimentos médicos nas praças, a defesa da Santa Casa pública, as marchas para Brasília em favor do Ato Médico, do investimento de 10% para a saúde e da aplicação do Revalida aos médicos formados no exterior, exigência que garante a qualidade da medicina que será praticada aqui. Por tudo isso é que temos a certeza de estarmos no caminho certo, e que vale a pena continuar lutando por mais dignidade para médicos e uma saúde de qualidade para todos os que precisam do SUS para ter qualidade de vida.

SALÁRIOS

Ninguém sabe ao certo qual é o salário que os médicos cubanos recebem do governo do seu país por conta do programa Mais Médicos. Alguns especulam e a imprensa já divulgou que seria R$ 2.000, o que só reforça nossas críticas ao “Brincando de Médicos”. Além de não resolver um problema crônico do nosso País, da falta de estrutura para a saúde em áreas distantes dos centros urbanos, o programa atenta contra os mais elementares direitos trabalhistas dos médicos cubanos. Com a palavra a OIT.

VAI PARA CASA PADILHA

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, deve deixar o cargo em janeiro de 2014, antes dos demais colegas do governo que sairão até março para disputar as eleições. Padilha deverá ser o candidato do PT à sucessão do governador tucano Geraldo Alckmin, de São Paulo. A avaliação da cúpula do PT é que Padilha vai enfrentar forte resistência e, por isso, deve começar a percorrer logo as cidades do interior de seu Estado para se tornar mais conhecido. Se depender dos médicos do Pará, Padilha vai voltar mais depressa pra casa. Vamos engrossar essa corrente. Pois assim esse traíra vai aprender a respeitar a categoria médica.

TC ESTADO PRA QUÊ?

Em 2013, o TCE/PA condenou 159 gestores entre prefeitos e entidades sociais que receberam recursos públicos. Deveriam restituir 46,8 milhões, porém destes valores apenas 23 mil foram devolvidos, ou seja 0,5% do total. Sabendo-se que o TCE e o TCM são compostos por ex-políticos indicados e custam uma fábula aos cofres públicos, a pergunta que não quer calar é por que manter estruturas tão caras para um fazer de conta que fiscaliza e outros fazerem de conta que pagam? Nada mais que uma ação entre amigos.

PER CAPITA DE MÉDIA E ALTA COMPLEXIDADE

O Ministério da Saúde tentou aplicar um golpe no Pará com redução, em 2014, do repasse per capita para a saúde de média e altas complexidade de 65% em relação ao ano de 2013, apenas R$ 96,26. Graças aos esforços da bancada paraense no congresso, foi mantido o valor de R$158,82 colocando o Estado na 17ª posição nacional, saindo da incômoda última posição nacional que vínhamos ocupando, o que seria uma odiosa discriminação contra o Estado que executa hoje quase a maioria dos procedimentos de média e alta complexidade em sua rede instalada. Parabéns a nossa bancada federal no Congresso. A luta agora é para melhorar o per capita da baixa complexidade, onde se resolve 85% dos problemas de saúde

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.