Sindmepa Informa – 02.06.2013
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 02.06.2013

TRISTE SINA

Médicos do hospital Metropolitano, que até agora não tiveram seu distrato com o Idesma homologado, já começam a ter problemas com a nova O.S. que administra o hospital, a Pró-Saúde. A empresa, além de não pagar hora extra não compensa com banco de horas ou folga. É por isso que somos contrários ao gerenciamento de hospitais por OS, sem quaisquer garantias aos profissionais médicos.

GRIPE A

Importante agenda do Sindmepa nesta semana foi a participação no Seminário Estadual Influenza: Prevenção e Manejo Clínico, realizado pela Sespa e Ministério da Saúde, em Belém. O aumento no número de óbitos provocados pela doença acendeu o sinal de alerta nas autoridades, que convocaram profissionais de saúde para informá-los sobre a revisão do protocolo da influenza 2013. No protocolo, destaca-se a diferença entre uma síndrome gripal simples e uma síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Expectoração com sangue, dor torácica e falta de ar são sinais de alerta para a gripe Influenza. Fique atento.

LICENÇA-PRÊMIO

O Secretário Municipal de Saúde, Joaquim Ramos, enviou ofício ao Sindmepa informando que a portaria que suspendeu o gozo de licença prêmio na Sesma desde o dia 1º de março teve seus efeitos suspensos. Sendo assim, os servidores da Sesma já podem voltar a usufruir de um direito, que é líquido e certo. O ofício do Secretário veio em resposta a um questionamento do Sindmepa à Sesma sobre o assunto.

SESSÃO ESPECIAL

A contratação de médicos estrangeiros pelo Governo Federal sem passar pelo Revalida, exame que garante a qualificação do médico para trabalhar em território brasileiro, será tema de uma sessão especial da Câmara Municipal de Belém a ser realizada no próximo dia 7, a partir das 9h, no plenário da CMB. O autor do requerimento é o vereador Abel Loureiro (líder do DEM), que é médico e vem participando das mobilizações médicas em favor do Revalida, Sim junto com sindicato e estudantes de medicina.

MEDICINA DE FAMÍLIA

O Sindmepa participou durante a semana do IV Fórum de Medicina de Família e Comunidade, do CFM, coordenado pelo Conselheiro Federal Celso Murad. O Fórum debateu temas importantes para o movimento médico brasileiro e paraense, tais como a interiorização do trabalho médico, Provab, entrada de médicos estrangeiros e Plano de carreira. O Sindmepa, representado pelos diretores Waldir Cardoso e João Gouveia, criticou a chamada “autorização especial” do governo para médicos formados no exterior trabalharem por 3 anos nas regiões Norte e Nordeste, sem a revalidação do diploma. Um crime contra a saúde do cidadão dessa parte do País que se utiliza do SUS.

REUNIÃO DO CES

A política de doação de sangue no Estado; a realização da 10ª Conferência Estadual de Saúde e o relatório de gestão 2012 da Santa Casa foram temas da pauta da última reunião ordinária do CES, da qual o Sindmepa participou durante a semana. Também participamos da reunião extraordinária do CES, que tratou do processo eleitoral do órgão. O Sindmepa integra a comissão organizadora do processo.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.