Afiliado a:

Sessão especial discute implantação do PCCR da saúde no município

Entidades e sindicatos de trabalhadores da área da saúde do município de Belém participaram ontem de uma sessão especial realizada na Câmara Municipal para discutir o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores da saúde do município. Os sindicalistas criticaram a demora na implantação do PCCR e marcaram para o próximo dia 6 uma nova rodada de debates para avaliar o andamento dos estudos para a elaboração do Plano que chegou a ser debatido no governo anterior para seu aperfeiçoamento.

A partir de proposição do vereador Dr. Chiquinho, a sessão discutiu vários pontos, passando pelas dificuldades da saúde pública no município, o sucateamento da saúde e, principalmente, a falta de compromisso do governo em concretizar um plano, que permitirá que médicos e outros profissionais da área tenham remuneração e condições de trabalho dignas, com melhoria na qualidade profissional e de vida dos servidores.

As entidades mostraram interesse em unificar as forças sindicais, partindo para o embate com o governo para fiscalizar e cobrar melhorias que há muito são ignoradas pelo governo municipal, além de uma remuneração mais justa e implantação definitiva do PCCR.

O diretor do Sindmepa, João Gouveia, destacou que o PCCR é uma luta antiga da categoria e que o ex-prefeito quando assumiu o governo ficou indignado com o salário dos médicos, mas depois de oito anos no governo sua indignação passou. “O Zenaldo também ficou indignado, mas passados 16 meses de governo, a indignação também já está passando”, criticou.

Ele lembrou que já existe um modelo de PCCR que precisa ser aperfeiçoado com base na meritocracia e conclamou as entidades presentes a mobilizar suas bases para ir às ruas e, se for preciso, fazer greve pela aprovação do PCCR.

Além de João Gouveia; também participaram da sessão pelo Sindicato dos Odontologistas, Luis Otávio Barbalho; pelo Sindicato dos Enfermeiros do Pará, Antonia Trindade; Além de representantes do Sindicato dos Assistentes Sociais; Sisbel; Central dos Trabalhadores e Ministério Público do Estado. Pela Câmara, participaram os vereadores Chiquinho, Marinor Brito e Fernando Carneiro.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.