Afiliado a:

Servidores de Parauapebas denunciam falta de compromisso com a saúde

O Sindmepa recebeu denúncia de que Prefeitura de Parauapebas tem agido com “falta de compromisso com o servidor público da saúde, e em consequência com a população”. Segundo a denúncia, a Prefeitura vem reduzindo o corpo clínico de médicos plantonistas do Hospital Geral de Parauapebas, sobrecarregando o profissional que mesmo com toda boa vontade reduz a qualidade do atendimento pelo volume de trabalho. Além disso, o atraso nos pagamentos de direitos dos trabalhadores é frequente.

A Prefeitura vem atrasando o pagamento das férias dos servidores e levando meses para pagar as rescisões de contrato dos médicos. Na atenção básica a situação também é assustadora, dizem funcionários da saúde. Faltam medicamentos essenciais, exames de laboratório demoram mais que a média e ainda faltam diversos exames fundamentais ao atendimento à população.

A situação se agrava ainda mais pelo fato da Secretaria de Saúde não fornecer transporte aos funcionários para as visitas domiciliares, o que leva médicos e demais profissionais a usar seus próprios veículos arcando com o custo do combustível.

Além disso, a maioria dos médicos da Secretaria Municipal de Saúde é contratada, sendo efetivos apenas 19 médicos e 158 contratados temporários, o que gera outra distorção na Atenção Básica: a falta de vínculo de médicos com a comunidade, uma das prerrogativas da Estratégia Saúde da Família. A saída seria a realização de concurso público, já que o último foi realizado em 2009.

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.