Afiliado a:

Prefeitura de Parauapebas não repassa insalubridade e horas extras dos servidores da saúde

Funcionários das unidades de saúde de Parauapebas receberam seus salários ontem (29.11), mas sem repasse de insalubridade e horas extras. Postos de saúde foram fechados sob protestos e os funcionários foram cobrar explicações do Secretário Municipal de Saúde, Juranduy Soares Granjeiro, que mandou literalmente que eles fossem “acampar” na porta da Prefeitura, já que ele “tinha coisa mais importante para fazer”.

Em documento publicado pela Secretaria de Saúde (Semsa), o secretário determina o não pagamento desses direitos aos servidores da saúde, atribuindo o corte ao TAC assinado com o Ministério Público. No detalhe, cópia do memorando da Semsa ordenando o não pagamento. O Sindmepa já acionou o jurídico para verificar que providências podem ser tomadas com relação ao pagamento dos médicos.

materia-30-11-2016_parauapebas

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.