Afiliado a:

Proex e Bettina renovam projeto que atende estudantes da UFPA

A Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e o Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza (HUBFS), ambos da Universidade Federal do Pará (UFPA), renovaram contrato que garante a continuidade do projeto “Ações Integradas de Extensão à Saúde Estudantil”, de fevereiro de deste ano a janeiro de 2015, com recursos que somam R$ 289 mil. O projeto é desenvolvido pela Coordenação Acadêmica do Bettina e, de janeiro de 2013 até esta sexta-feira, 16, foram realizados 3.529 procedimentos para 1.816 estudantes.

“Ações Integradas de Extensão à Saúde Estudantil” tem como proposta a assistência à saúde, médico ambulatorial e hospitalar para atender os alunos universitários que precisam de atendimentos médicos, exames complementares e cirurgias ambulatoriais no período de permanência universitária. Por meio dele, os estudantes de graduação são assistidos no hospital até o término do curso. Para isso, precisam estar matriculados regularmente e solicitar encaminhamento à Proex/UFPA.

A ação é mantida há mais de dois anos e faz parte da política de assistência estudantil da Proex. A partir dele, o HUBFS busca fortalecer os planos de extensão e criar mais oportunidades internas de observatório em saúde para docentes, estudantes de graduação, de pós-graduação, e fortalecer o desenvolvimento do Programa de Residência Médica que o Bettina desenvolve.

No projeto, alunos também são encaminhados para atendimento em instituições hospitalares públicas para realizar procedimentos que não são feitos no Bettina. Naquele mesmo período, foram 96 atendidos no Serviço de Dermatologia da UFPA, que funciona na Santa Casa de Misericórdia do Pará, e 58 estudantes no Hospital Universitário João de Barros Barreto, também da UFPA.

Ainda este ano, a equipe ampliará para dois médicos, um psicólogo, dois agentes administrativos e sete bolsistas.

Mais informações ligue: 91 – 3201 7921.

Texto: Cleide Magalhães – Ascom/HUBFS/UFPA

Fotos: Divulgação – Ascom/HUBFS/UFPA.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.