Afiliado a:

MOÇÃO DE REPÚDIO

MOÇÃO DE REPÚDIO AO PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS PELA FORMA COMO FOI CONDUZIDO O CONGRESSO EXTRAORDINÁRIO DA FENAM

 

O Sindicato dos Médicos do Pará repudia as atitudes do presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Geraldo Ferreira Filho, na convocação e condução do Congresso Extraordinário “Charles Damian”, realizado no Rio de Janeiro, de 29 a 30 de novembro de 2013.

O Congresso foi convocado de forma secreta, sem aprovação de qualquer instância deliberativa da FENAM. Durante as sessões plenárias, não foram garantidos mecanismos democráticos de participação dos delegados dos sindicatos médicos lá representados, um desrespeito às entidades de base e aos médicos brasileiros. A “aprovação” das mudanças no estatuto que visavam ampliar o mandato do presidente foi realizada sem debate das propostas entre os delegados presentes e sem ser votada. O presidente declarou, aos gritos, a aprovação em bloco de todas as propostas de alteração.

As divergências nas posições políticas sobre a mudança estatutária proposta pelo presidente estavam claras no Congresso e só o voto nominal dos delegados devidamente credenciados para o evento poderia dar legalidade e legitimidade à decisão.

É inconcebível que o presidente de uma entidade sindical se porte de maneira autoritária, desequilibrada, sem disposição para ouvir todas as manifestações e sem habilidade para manter o equilíbrio do ambiente a fim de que as discussões, extremamente necessárias, pudessem transcorrer normalmente. Geraldo Ferreira Filho, no Congresso, demonstrou, de forma cabal, sua incompatibilidade com o honroso cargo de presidente da FENAM.

Belém, 03 de dezembro de 2013

Diretoria colegiada do Sindmepa

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.