Afiliado a:

Médicos de Icoaraci e Mosqueiro ameaçam paralisar atividades

Sem condições de trabalho e com pagamentos de plantões atrasados, médicos de Mosqueiro e Icoaraci ameaçam paralisar atividades nessas unidades de Saúde. Em Mosqueiro, relatos dão conta de que os pagamentos de dezembro ainda não foram efetuados e em Icoaraci, plantonistas também ainda estão sem previsão de pagamento da folha que fechou em 20 de dezembro.

Os médicos de Mosqueiro, cujo pagamento deveria sair até o dia 15, dizem que não há qualquer previsão de pagamento por parte da Prefeitura de Belém e já marcaram até a data para paralisação de suas atividades: 02 de fevereiro, próximo domingo, quando o movimento nos plantões é elevado em função do final de semana.

Já os plantonistas da UPA de Icoaraci denunciam além do atraso dos pagamentos, péssimas condições de trabalho, como a falta de ventiladores mecânicos para o atendimento de urgência e emergência, insuficiência de aspiradores portáteis e de monitores multiparâmetros. Também querem o funcionamento pleno do laboratório, que atualmente funciona de forma precária sem condições de realizar a maioria dos exames necessários; medicamentos na farmácia e material no almoxarifado.

Os profissionais relatam que não recebem alimentação nos plantões de 12 ou 24 horas e também que a unidade não dispõe de conforto médico, área para repouso dos plantonistas. Ainda não está definida a data de paralisação das atividades dos médicos de Icoaraci, que vão protocolar documento com reivindicações junto à Sesma anunciando a decisão.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.