Afiliado a:

Fotos em ambientes de trabalho? Cuidado

As fotos e selfies tem dominado a cada dia maior variedade de ambientes. Pode-se dizer que é quase impossível uma visita a um restaurante, praia ou mesmo uma festa não ser marcada por diversas fotos para mostrar à sua rede de amizades onde você esteve. Porém quando essa cultura de fazer imagens chega ao ambiente de trabalho é importante ter cuidado. Especialmente se você é médico.
A resolução do CFM nº 2.126/2015 proíbe médicos de divulgarem selfies (autorretratos) em situações de trabalho e de atendimento. A resolução também proíbe a divulgação de imagens e/ou áudios que caracterizem sensacionalismo, autopromoção ou concorrência desleal e tem como objetivo proteger a privacidade e o anonimato inerentes ao ato médico.
O médico também está proibido de divulgar a posse de títulos científicos que não possa comprovar e nem induzir o paciente a acreditar que está habilitado num determinado campo de atendimento ao informar que trata sistemas orgânicos, órgãos ou doenças específicas. Da mesma forma, ele não pode consultar, diagnosticar ou prescrever por qualquer meio de comunicação de massa ou à distância, assim como expor a figura de paciente na divulgação de técnica, método ou resultado de tratamento.
É importante também lembrar que a mesma resolução proíbe os médicos, inclusive lideranças de entidades da categoria, de participarem de anúncios de empresas comerciais ou de seus produtos, qualquer que seja sua natureza. A norma também veda aos profissionais de fazerem propaganda de métodos ou técnicas não reconhecidas como válidos pelo Conselho Federal de Medicina, conforme prevê a Lei nº 12.842/13, em seu artigo 7º, que atribui à autarquia o papel de definir o que é experimental e o que é aceito para a prática médica.
Com informações: Portal CFM

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.