Afiliado a:

Dalmass lança Pós-graduação em Emergências Clínicas

Dirigentes da Dalmass, curso de Pós-graduação lato sensu, apresentaram nesta segunda-feira a diretores do Sindmepa, o novo curso a ser lançado pela instituição: Pós-graduação lato sensu de formação em Emergências Clínicas. Com uma parceria consolidada há 12 anos com o sindicato médico, a Dalmass lança o novo curso voltado a médicos recém-formados ou médicos já com experiência em outras áreas.

“Acredito que qualquer profissional médico deve estar sempre apto a atuar com seus conhecimentos em uma situação de emergência”, explicou o psiquiatra e diretor técnico do Samu de Anápolis, Alex Costa Silva, que vai coordenar o novo curso da Dalmass em Belém.

Totalmente presencial, o maior diferencial do curso de Emergências Clínicas é a atividade de prática assistida. Além de atividades com simulações reais dos ambientes de urgência e emergência, com uso de bonecos, está previsto também o treinamento prático em ambiente hospitalar. “Queremos que o aluno tenha uma noção real das situações que poderá vir a enfrentar em algum momento”, explicou o coordenador do curso.

“Esse curso só vem consolidar ainda mais nossa parceria que já vem dando certo há 12 anos”, disse o diretor geral da Dalmass, Darwin Junior, que já atua no segmento há cerca de 30 anos. “Já certificamos mais de 1000 alunos em cinco cursos diferentes, em parceria com Sindmepa. Este será o sexto de uma série de sucessos”, afirmou.

Para o diretor Waldir Cardoso, “o tipo de curso proposto vem ao encontro da necessidade dos médicos, particularmente de jovens médicos que saem da faculdade com pouca experiência em urgência. É também de interesse público, na medida que em qualquer situação de emergência a vida está em risco e precisamos de médicos cada vez mais preparados para agir nessas situações”.

O diretor João Gouveia disse que “a qualificação de colegas médicos que trabalham em emergências sempre foi uma preocupação do Sindmepa e esse curso vem justamente ocupar essa lacuna”. A primeira turma do novo curso deverá estar fechada antes de quatro meses, com início das aulas previsto para início de 2019.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.