Calote vira tradição em Parauapebas
Afiliado a:

Calote vira tradição em Parauapebas

Médicos que trabalham para a Prefeitura de Parauapebas convivem com uma nova tradição na Secretaria de Saúde do município. Em janeiro de 2017 tiveram que trabalhar sem contrato para não deixar os postos essenciais descobertos, esperando que o Gestor honrasse o pagamento. O calote aconteceu. Agora em 2018, os valores de plantão extra relativos a janeiro de 2018 vieram com uma diferença altíssima em relação ao número de plantões efetivamente trabalhados, desta vez atingindo servidores efetivos, que foram poupados em 2017. Uma nova modalidade de calote?

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.